Engatilhada

Postado em Atualizado em

Gatilho é uma parada foda para quem tem ansiedade. Uma única palavra, gesto ou até mesmo situação pode trazer à tona um processo de colisão emocional.

Eu particularmente experimentei essa sensação ontem.

Analisando todo o meu histórico, o gatilho veio num copo prestes a transbordar por uma situação que já não me deixa nada confortável, dentro de um cenário colapsado de vida.

Pronto! Bomba atômica implodida dentro de mim.

A ansiedade mexe com tudo. Coração acelera, fome descontrola, sono fica maluco, cabeça dói, tudo machuca muito mais que normalmente.

Estou no meio desta rota de colisão neste momento.

A frase vem num momento em que sofro da síndrome do ninho vazio. Onde meus cachorros são minha única companhia a maior parte do tempo.

Sentimentos de insatisfação financeira e sentimental completam o quadro caótico. Boom!

A frase inocente, vinda de alguém não tão inocente assim, reverberou em todas as células do meu corpo, me transformando em um veneno para mim.

Estou destilando esse veneno na madrugada sombria que insiste em não terminar.

A cabeça dói, parece explodir. Sinto meu coração bater tão alto que talvez esse som seja o responsável por aumentar a dor que eu sinto.

Que luta interna!

A cabeça, ao mesmo tempo que dói, não dá trégua de tentar jogar mais urânio nesta bomba atômica. É incontrolável.

Por que somos colocados nesta situação por nossa mente? Ela nos aprisiona dentro de labirintos malignos!

Quero sair mas não tenho força (por hoje ao menos).

A solidão é dura! Silenciosa e cruel, fomentando com o barulho do silêncio, o grito da verdade maquiada por esse mola elíptica interna.

Me tire de dentro de mim!

Quero sair e já não encontro o caminho para fora de mim…

Estou engatilhada, a bala no pente da mente, o grito ensurdecendo minha alma, a vida esvaziando de mim…

2 comentários em “Engatilhada

    René Milazzo disse:
    01/06/2022 às 1:05 pm

    Preciosa amiga Luciana, sei do que vc fala, ja senti esta sua situação muitas vezes até que…entendi que este tipo de batalha só se vence com a “ajuda do Alto”, acho que vc sabe do que estou falando. Conte comigo! Paz!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s