relacionamento

Era o som de quê?

Postado em

Eu poderia dizer que o som foi de alarme, para que eu acordasse para mim. Mas também foi o som da despedida, silenciosa e fria…

Nada falei, no fundo eu sabia. Aquele toque de telefone seria o verdadeiro chamado. O chamado da minha consciência.

Não, não preciso, não mereço e não quero ser algo pela metade.

Não preciso, não mereço e não quero nada menos do que acredito pertencer a mim. Só a mim.

Ia ser sempre assim. Desequilibrado e sofrido.

Mas o amor é equilíbrio!

Sem equilíbrio tudo cai.

Caiu.

Caiu de vez!

Dói agora para não doer sempre.

O toque foi de recolher. De me recolher para muito tempo depois poder colher… me colher dentro de mim!

Fim

Texto de Desconexão

Postado em

Não que precise, eu sei que não. Talvez se precisasse fosse melhor falar e não escrever. Mas sou aquelas que as palavras escritas fluem muito melhor que as faladas…

É clichê, mas não é você! Sou eu! Não foi promessa não cumprida ou algo que eu não soubesse antes de me envolver. O fato foi que me envolvi mais do que deveria e até mesmo planejava …

O plano era muito bom. Não me envolver para não me ferir. E alguém que não possa se envolver era o match perfeito para que tudo desse certo… se não fosse um detalhe: eu me apegar.

Ao mesmo tempo que me apego, eu me questiono: será que mereço e preciso ficar numa situação de ser o “tempo que sobra”?

A medida que entro nesta dialética, me sinto mais e mais sozinha. Saudosa de viver o que não vivi. Distribuir o que melhor tenho dentro de mim…

Eu sempre falo que é muito difícil que um vendedor de capim entregue rosas. Ao mesmo tempo que quem vende rosas não consegue entregar capim. Não consigo entregar algo diferente da minha essência.

Gosto de atenção, de carinho, de dormir de conchinha, de cuidar, de acordar de manhã de chamego, decidir almoçar num lugar especial ou simplesmente ficar o dia td na cama fazendo absolutamente nada… De passear, de dançar, de curtir… gosto de me preocupar se está bem, de fazer bem e ter isso também…

Não consigo ser pela metade. Me oprime, me reprime e sufoca.

É na intensidade dos meus sentimentos que permeia o meu equilíbrio.

Não precisaria, mas eu quero… quero dizer que foi bom, que foi gostoso. Mas suscitou algo que não gostei de ver em mim.

“Quero a sorte de um amor tranquilo…”

Obrigada! Obrigada pelo tempo, pelas ligações diárias, pelo carinho e até mesmo cuidado, obrigada por ter vindo subir minha mala quando cheguei de viagem… o pouco foi muito e me sinto muito muito muito feliz de ter te conhecido melhor. O suficiente para julgar o quanto você merece ser feliz…

Fique bem e se cuide!

Com muito carinho ❤️

Ps.: para que eu não me esqueça de me lembrar jamais! ❤️

Que seja infinito enquanto dure… o meu interesse!

Postado em Atualizado em

“O nosso casamento durará enquanto o nosso jogo de interesses estiver sendo alimentado!”

Ouvi isso aos 19 anos do meu então marido. Me soou absolutamente duro e muito grosseiro. Como assim? Eu não me achava interesseira!

Hoje, no amadurecimento adquirido com meus mais de 40 anos, concordo e inclusive dissemino esse pensamento para que ele seja compreendido de uma forma mais, digamos, lúdica.

Relacionamentos são jogos de interesse sim. Não no sentido de tomar vantagens ou ser interesseira e sim de partilhar interesses em comum, de estar perto, de trocar, de evoluir… são vários tipos de interesse.

Esse interesse transcende a linha dos relacionamentos pessoais, inclusive.

O jogo de interesses é alimentado em relações trabalhistas, acordos societários, assim como em casamentos e amizade. Tudo é uma questão de interesse!

O que nos aproxima serão sempre os interesses comuns.

Quando os interesses começam a se afastar de seus pontos de convergência, é natural que haja também o afastamento destas relações.

Ficamos num emprego ou com um empregado, numa sociedade, nutrimos uma amizade ou um relacionamento afetivo enquanto durarem esses pontos em comum, enquanto for interessante para ambas partes!

Aliás, continuar em algo que não te faça bem, é se ferir!

Não é interessante estar num lugar ou com pessoas que você não tenha um mínimo interesse. É entediante, frustrante, desmotivante!

Deixar ir o que não faz mais parte do seu mapa de interesses, só fará com que você esteja livre para encontrar algo que tenha muito mais a ver com você!

Deixe fluir, opostos não se atraem. Opostos dão choque!

Atraia para perto de si, energias similares à sua, ao menos complementares. Mantenha a chama acesa! Precisamos estar sempre apaixonados pelo que fazemos e com quem nos relacionamos.

Portanto, não se permita nutrir aquilo que não mais te gera interesse, prazer e crescimento!

Rompa esse ciclo vicioso e se interesse por você, por viver!

Ela…

Postado em Atualizado em

Ela descobriu o que quer.

Ela se provou, entendeu seus limites e percebeu que eles absolutamente não existem para ela, que sabe onde quer chegar.

Experimentou a dor silenciosa e a reconstrução milagrosa por várias e várias vezes.

Se reinventou tanto que já nem lembra como era na sua versão original. Talvez, se lembrasse, não acreditaria o quanto evoluiu.

Ela não quer quem a complete, ela absolutamente já se mostrou várias e várias vezes que é inteira e autossuficiente para si.

Ela quer alguém que some, que adube mais ainda seus sonhos. Melhor ainda, que sonhe junto e seja uma mão a mais na construção desta estrada.

Muitos pensam que a felicidade é chegar no destino final, ela já entendeu que a felicidade é caminhar com quem a faz bem.

Enquanto isso não é possível, ela segue os passos, o ritmo e o caminho da vida, certa de que esta poderia ser muito mais florida.

Aos meus matches (perfeitos ou não);

Postado em

Olá!

Tentando fugir um pouco do “oi, Td bem, fala de onde?”, elaborei essa carta de apresentação.

“Mas carta de apresentação é tão formal, parece até que estamos contratando para uma empresa?”

Será que não é isso!? Porém, estamos, mesmo sem expectativas, num processo de garimpo de match perfeito, buscando alguém que vá preencher algo na empresa mais importante da nossa vida, a nossa vida.LTDA.

Então, amo escrever, uso a escrita como terapia e como a forma mais completa de me expressar.

Não fique pensando que sou chata não! Pelo contrário! Dificilmente você vai encontrar uma pessoa tão legal como eu, buscando on-line ou off-line… aliás, legal, divertida, engraçada, carinhosa, atenciosa e parceira!

E por que estou sozinha?

Algumas sessões de autohipnose depois, eu fui capaz de entender.

Isso se chama autoconhecimento.

Me conheço muito bem, aprendi a amar a minha companhia, me basto para quase tudo. A pessoa que está do meu lado precisa ser realmente incrível. Se você for essa pessoa algum dia, sinta-se prestigiado. Este rol é seletíssimo.

Sei o que quero e minha objetividade ajuda a definir os rumos dos meus relacionamentos.

Posso garantir, que no namoro ou na amizade, me ter por perto é sempre bom!

Sim, minha autoestima é bem elevada. Rsrsrs

Tive dois casamentos longos, do primeiro tive 2 filhos, que hoje têm 21 e 17 anos. A de 17 ainda mora comigo, junto com meus 3 labradores. Estou há 4 anos separada do segundo casamento.

Não gosto de baladas, mas amo um barzinho com música ao vivo, se for rock, mpb ou samba de raiz então… 😍

Não bebo cerveja, sou dos drinks e do vinho, muitas vezes fico na coca zero mesmo para ser a motorista da rodada.

Faço a melhor pipoca doce do universo. Mas não se iluda, meus dotes culinários não vão muito além disso.

Sempre fui a menina nerd da sala. Ainda tenho algumas características muito geeks.

Amo estudar, se existe qualquer assunto que me suscite a curiosidade, vou me aprofundando.

Tenho uma inquietude por aprender e conhecer coisas novas.

Amo viajar, malho para manter a saúde mental e física, minha vida está sempre com trilha musical e dou muito valor a quem me traga leveza e sorrisos frouxos.

Sou sapiossexual, mas obviamente, os feromônios precisam estar satisfeitos para que a química possa existir.

Outro detalhe, tenho 1,70m, prefiro um par mais alto que eu. Bobagem estética ou não, é um detalhe que faz muita diferença para mim.

Um relacionamento é composto por 4 pilates, uma base e uma laje: equilíbrio , sexo, respeito e admiração como pilares de sustentação, a base sendo o amor e a laje o diálogo. Se algum destes elementos faltar, a casa não se sustenta.

Ufa… tenho muito mais coisas legais sobre mim, mas vou deixar você decidir se vale a pena descobrir ou não…

Envie seu curriculum e comprovante de antecedentes criminais para meu e-mail…. kkkkk… brincadeira!

Será que você é o meu match perfeito?

Medo de Amar

Postado em

Gato escaldado tem medo de água fria!

E como tem!!!!

E aí, de repente, do nada… você, que achava que nada mais poderia te levar para aquele caminho tortuoso do amor, se vê num processo redemoínico de paixão, cumplicidade, cuidado, carinho, vontade de estar junto…

Eita porra!

Mas logo eu que racionalizo tudo?!

Que jurei que não mais seria mordida por esse bichinho…

Medo!

Medo de amar é um dos medos mais complexos que existem.

Como podemos temer algo que pode nos fazer bem?

E se não fizer?

A nossa experiência pregressa nos forma calos, calos dolorosos e que talvez nunca deixem de doer. Pozé… alguns não deixarão de existir jamais!

Mas, quanto tempo devo esperar? Será que gostar tem tempo certo?

E os julgamentos: cuidado, tá muito rápido, muito intenso, muito cedo… cuidado…

Essa montanha russa de sentimentos, hoje quero muito, amanhã, preciso me resguardar, não nos faz bem. A bipolaridade relacional!

É como uma dança descompassada. Quem pisar no pé primeiro não tá se entregando de verdade!

Mas será que devo?

O amor machuca. Fere a alma! Nos faz experimentar sentimentos de morte. A cada amor fracassado, uma morte.

Mas, acreditemos! O amor constrói! Constrói muito mais do que destrói!

Como você saberá se é a sua verdadeira chance de amar, de você não se deixar amar!

Lembre do poeta: “saber amar é saber deixar alguém te amar! “

O saber amar é se deixar ser cuidado, curado!

Tenho medo…

Medo de amar!

Mas aí lembro:

Quando um certo alguém, desperta os sentimentos, é melhor não resistir e SE ENTREGAR!

Desvista-se

Postado em Atualizado em

Percebo muitas vezes que a #demissão traz uma baixa #autoestima nas pessoas, especialmente quando ela acontece em dois extremos: numa contratação recente ou depois de muitos anos de empresa.

Sempre digo para meus clientes de #coaching que #emprego é igual roupa:

👗Tem as que nem entram em você;
🩳 As que entram, mas que você se sente mal nelas;
👖As que entram, ficam apertadas, você acaba insistindo porque tem pressa para resolver logo aquilo, mas logo logo elas se rasgam ou você se desmotiva rapidamente de usar de tão incômodo que lhe causa;
👕Finalmente, tem aquelas que te servem por um bom tempo. Mas ou você mudou e elas ficaram muito largas ou apertadas demais, ou foram se deteriorando pouco a pouco sem que você sequer percebesse. Chega um momento que realmente não dá mais para usar!

Ou seja, tem vezes que você não vai servir na roupa, outras vezes a roupa não vai servir em você.

Talvez, o melhor a fazer, seja deixar as mãos livres para carregar sacolas com roupas mais adequadas, nem que a procura dure um pouco mais!

Não desanime. Foque e mentalize o seu desejo e acredite que ele logo vai chegar até você!

Luciana Telles

#carreira, #vida e #negócios

Por Que Traição Dói?

Postado em Atualizado em

A traição dói porque simplesmente só nos dedicamos àquelas pessoas que amamos. Acabamos esperando demais de quem tem de menos para dar.

Falo muito essa frase: não espere de um vendedor de capim, que te entregue rosas. As pessoas sempre entregarão o que tem para dar.

Apesar da dor, e dói pacas mesmo, isso não pode mudar a nossa essência.

Já fui seriamente traída por 3 amigos. Duas situações aconteceram esse ano e 1 há uns 10 anos.

Sabe o que aprendi com a situação de 10 anos e que estou aplicando para acalmar meu coração hoje?

Não há nada mais poderoso nesta vida que a lei do retorno. Nada!

Em 2010 eu ia trocar de carro, tinha uma Ecoesporte blindada e comprei uma Pajero, que era meu sonho desde criança. Estava mega feliz com aquilo.

Apesar de estar casada na época, eu não tinha necessidade de 2 carros, nem estacionamento em casa para mantê-los.

Coloquei na OLX e compartilhei nas minhas redes sociais.

Eu tinha uma grande amiga, muito próxima, que tinha acabado de perder o noivo poucos meses antes.

Eu a levava para a minha casa, saia com ela, levei no psicólogo, no cardiologista, fiz matrícula na academia e ia nesta academia, que era bem mais distante do meu trabalho para encorajá-la. Cuidei dela durante o luto, que foi arrebatador para ela. Acolhia em todas as necessidades. Aconselhava pessoal e profissionalmente.

Quando ela viu o anúncio, me ligou quase imediatamente. Me disse que o pai era pastor e que estava pastoreando uma igreja distante da casa dela e que precisava de um carro, mas não tinha nem renda e nem dinheiro para dar de entrada. Se eu poderia parcelar o carro diretamente para ela. Fiz um contrato no nome da mãe e do pai dela e concordei em vender em 36 parcelas que ela pagaria diretamente para mim.

Já na terceira parcela, ela me disse que o pai não teria condições de pagar, que ia atrasar 2 semanas porque o dízimo dos fiéis estava fraco. Disse que ok.

Duas semanas depois o dinheiro não chegou, liguei para ela e já notei uma mudança no comportamento dela, ela disse que o pai pediu para ela não se meter, que eu ligasse diretamente para ele.

Começamos a brincadeira de gato e rato. 3 meses de atraso e eu pedi para o que ele me devolvesse o carro que eu ia encerrar a dívida, ele me respondeu que não poderia me devolver porque ele precisava do meu carro.

Meu estresse só aumentava, até porque meu ex marido foi contra. Mas como era minha amiga e fizemos contrato, achei que não tinha problemas ajudarmos…

Pedi ajuda dela, para ela pessoalmente descer enquanto ele estivesse dormindo e me entregasse o carro. Implorei! E ela disse que infelizmente não poderia me ajudar. Ofereci 3 mil reais para que ela desse entrada num outro carro e ela me disse que o pai dela precisava do meu, que era blindado e que ele estava sofrendo diversas ameaças de morte. Desligou friamente.

Precisei processar, mas a justiça é lenta… quando eles foram citados, quase 2 anos depois, o carro já cheio de multas e 2 ipvas atrasados, eles finalmente atenderam a ligação da advogada e fizeram um acordo. Devolver o carro, NO ESTADO, sem pagarem nada! Usaram 2 anos o carro de graça!

Aceitamos, já que o processo poderia ainda durar anos e sabíamos que eles ainda poderiam alegar varias situações para adiar ainda mais a possível execução.

O carro estava um caco. Estofado rasgado, maçanetas quebradas, pneus vazios… gastamos 5 mil reais para colocar o carro para funcionar. Resolvemos ficar com ele pois nessa altura estávamos precisando de 2 carros em casa.

Poucos meses depois, ela ainda teve a cara de pau de me pedir dinheiro e ajuda de qualquer tipo pois o pai tinha tido um enfarte e estava no corredor do hospital, onde faleceu 3 dias depois. Acho que naquele momento, nem se eu pudesse eu ajudaria. Eu fui fria e apática à situação dela. Infelizmente, o carinho que eu tinha por ela tinha ido embora.

Sei que hoje, ela se casou e vive pedindo dinheiro para todo mundo. Já deu volta em meio mundo. Várias pessoas vieram me dizer que deveriam ter me escutado e não entrado na conversa mole da pessoa. Atua como pastora (rs) da mesma igreja que o pai fundou.

Pessoas cativantes são um perigo!!!!!

E ela era!

O coração tira a visão racional. Nos faz decidir coisas pela emoção. Quando ela me pediu ajuda para o pai no hospital, meu coração era pedra, agi 100% racional.

O ideal da vida é o equilíbrio. O meio termo sempre será de ouro. Tem a emoção e a razão equalizados é o nosso seguro anti-traição.

Uma vez eu li que um grande executivo disse que não emprestava dinheiro para ninguém. Se ele tivesse, ou fosse tocado emocionalmente pela necessidade de alguém, ele dava. Assim, ele se poupava de se decepcionar com aquela pessoa.

Há 3 anos, eu aluguei o meu apartamento em Recife para um grande amigo da época de Hipercard. Ele foi meu coach na época que assumi a gestão do RJ e ES na Hipercard, era muito nova e muito do que sei era grata a ele.

Ele estava num péssimo momento. Tinha quebrado! Estava sem emprego, sem reserva, com o nome sujo e sem crédito na praça.

Mas a sorte havia lhe sorrido e ele tinha conseguido um trabalho em Recife, justamente onde meu apartamento estava para ficar desocupado. O então inquilino pediu para ficar mais tempo e eu neguei por conta da situação deste meu amigo.

Aluguei sem fiador e sem depósito. Ele não tinha nada mesmo! E eu estava ajudando!

De início tudo certo, mas com 6 meses já começou o martírio de cobrar todo mês o aluguel, até um dia que descobri que meu nome estava sujo, que ele não estava pagando o condomínio.

Pedi para ele desocupar o imóvel porque estava pesado para ele e eu não poderia ficar sem receber. Ele implorou para que eu refinanciasse a dívida dele, logo atrasou de novo.

Bom, a dívida chega a 12 aluguéis. Entrei na justiça depois de 6 meses implorando para ele sair sem sucesso. Ele saiu antes do despejo, sem assinar a entrega, sem deixar a chave ou o endereço para lhe cobrar a dívida. O carinho que o recebi, valeu nada! Além do apartamento estar um lixo.

Acha que acabou minha história de decepções? Eu falei que eram 3. Deixei o último para quem foi a maior decepção. Era um amigo, um amor, um confidente. Tinha acho que mais carinho por ele do que por mim ultimamente. Esse foi o grande erro. O amor cega!

No início do ano nos reaproximamos, ele estava vivendo um casamento falido, abusivo e era humilhado absolutamente todos os dias pela então mulher dele. Estranhei ele estar casado com ela pois nos conhecemos há muitos anos e ele sempre falava mal dela, tanto para mim como para nossos amigos em comum. Mas ele disse que precisava se casar com ela para ir para Portugal, pois não conseguiria ir sozinho. Mas, que estava arrependido, não conseguia trabalho e ela tornava a vida dele um inferno diário por conta disso. A pandemia chegou e q situação ficou ainda pior. Bem, pelo menos era o que ele dizia e eu tolamente acreditava…

Tive a ideia de montar uma empresa com ele, tinha a ideia, os clientes, as ferramentas de venda e ele tinha o know how do desenvolvimento técnico do produto. Equação perfeita!

Ele disse que precisava de um dinheiro para poder vir se Portugal, que não tinha nada. Emprestei o dinheiro, comprei passagem, despacho de malas e os equipamentos… tentei fazer o máximo para que essa transição fosse a mais rápida para ele, tão logo ele chegou, já tinha clientes para atender, que logo se converteram em orçamentos.

Um dia, do nada, a criatura usou os equipamentos para instalação escondida de mim. Deixou de entregar um orçamento importante para fazer coisas para ele, recebendo do cliente sem repassar nada para a empresa, usando equipamentos que eu tinha comprado para testar para o grande orçamento que tínhamos. Ele havia me usado para sair de Portugal, mas não queria empresa. Queria fazer as coisas dele, do jeito dele. Traição dói! Principalmente quando o investimento é alto!

Terminei a sociedade e a amizade, óbvio que ele nem devolveu os equipamentos e nem o dinheiro que lhe emprestei!

E, assim como a outra cara de pau, ainda me ligou pedindo que eu pagasse o transporte de coisas dele para Portugal, que havíamos combinado antes da traição.

Mas, assim como o caso do carro, entregarei esses dois ouros para Deus.

É chato, estressa, nos deixa mal. Mas só acontece isso porque amávamos as pessoas que nos fizeram mal.

Tínhamos grandes expectativas pela amizade e carinho que dedicamos. Mas, de novo, não espere de um vendedor de capim…

Sabe qual a lição que fica?

São testes para ver se a sua essência se modifica, o quão sujo ficamos ou quanto creditamos de fé no amor maior que existe: o de Deus!

Tem muito mais Deus para dar do que o Diabo para tomar.

E vamos lá, quem já foi enganado sabe que a melhor vingança é a nossa vitória!

E então, que tal, deixa que essas pessoas se enterrem sozinhas e transmute com sua luz.

Se alguém lhe fizer feliz, revide. Mas, se ao contrário, lhe fizer infeliz, realize! Realize muito mais! Resplandeça e ofusque esses seres trevais que não conseguiram captar a melhor essência do amor, que é amar!

Me faz lembrar de uma música muito relevante para o assunto muito bem cantadas nas vozes do Jorge Aragão e também Beth Carvalho.

Vou Festejar

Chora, não vou ligar
Chegou a hora
Vas me pagar
Pode chorar, pode chorar (chora!)
Chora, não vou ligar
Chegou a hora
Vas me pagar
Pode chorar, pode chorar!

É, o teu castigo
Brigou comigo
Sem ter porquê
Eu vou festejar, vou festejar
O teu sofrer, o teu penar

Você pagou com traição
A quem sempre lhe deu a mão

Você pagou com traição
A quem sempre lhe deu a mão

Mas chora!
Chora, não vou ligar, não vou ligar
Chegou a hora
Vas me pagar
Pode chorar, pode chorar

Chora, não vou ligar, eu não vou ligar
Chegou a hora
Vas me pagar
Pode chorar, pode chorar

É, o teu castigo
Brigou comigo
Sem ter porquê
Eu vou festejar, vou festejar
O teu sofrer, o teu penar

Você pagou com traição
A quem sempre lhe deu a mão

Você pagou com traição
A quem sempre lhe deu a mão

La laia laia la
Laia laia la laia laia

Contribua com o Blog

Se você quer me ajudar a manter esse Blog e meu trabalho voluntário, ajudando pessoas das minhas redes sociais através de atendimento de Consultoria de Carreira, Coaching de Vida e Negócios, Assessment, Constelação Familiar e Sistêmica e da Hipnose.

Os dados para contribuição estão logo abaixo. Toda ajuda é super bem-vinda!

Espero continuar esse trabalho por muito e muito tempo.

Gratidão! ❤

Contribua Através dos Link do PicPay ou QRCode do Pagseguro ou Depósitos Banco Itaú, Caixa Econômica ou Banco Neon :

Ou para Depósito em C/C, favorecida Luciana Telles:

Itaú: Agência 7040 / Conta 04911-1

Banco Neon: Agência: 0655 / Conta: 6571920-4

Caixa Econômica: Agência 0678 / Ope 001 / Conta 27619-2

Se você não puder contribuir com valores, clique nos anúncios deste site. Já é uma grande ajuda!

Relações Abusivas

Postado em Atualizado em

Precisamos falar de relações abusivas!

O relacionamento abusivo, ao contrário do que muita gente pensa, não é exclusividade entre casais.

É muito comum encontrarmos relações com violência moral e emocional e até mesmo física no trabalho, entre pais e filhos, escola e amigos.

O abusador normalmente produz novos abusadores, num ciclo vicioso de motivação pela vingança.

Por isso a importância de procurar ajuda antes, durante e depois de viver este relacionamento!

Atuo como consultora tanto de negócios e pessoas há mais de 10 anos e venho me especializando em comportamento humano. Fico assustada como a violência está presente e perto de nós! Bem perto por sinal!

Com a hipnose, venho tratando pessoas que passaram e passam por isso. Sair deste processo é doloroso e muitas pessoas desistem no caminho.

Semana passada maratonei uma série que trata exatamente deste assunto (muito bem feita, por sinal). Em Bom dia, Veronica, uma série nacional transmitida pela Netflix, vemos como a violência acontece e como infelizmente ele é tratado. A série trata inclusive de assédio profissional.

Se você está passando por algum tipo de assédio moral, emocional e físico, saiba que pode contar comigo para abraçar a sua causa!

Você não está sozinha(o)!

#StayStrong

Contribua com o Blog

Se você quer me ajudar a manter esse Blog e meu trabalho voluntário, ajudando pessoas das minhas redes sociais através de atendimento de Consultoria de Carreira, Coaching de Vida e Negócios, Assessment, Constelação Familiar e Sistêmica e da Hipnose.

Os dados para contribuição estão logo abaixo. Toda ajuda é super bem-vinda!

Espero continuar esse trabalho por muito e muito tempo.

Gratidão! ❤

Contribua Através dos Link do PicPay ou QRCode do Pagseguro ou Depósitos Banco Itaú, Caixa Econômica ou Banco Neon :

Ou para Depósito em C/C, favorecida Luciana Telles:

Itaú: Agência 7040 / Conta 04911-1

Banco Neon: Agência: 0655 / Conta: 6571920-4

Caixa Econômica: Agência 0678 / Ope 001 / Conta 27619-2

Se você não puder contribuir com valores, clique nos anúncios deste site. Já é uma grande ajuda!

Amor Verdadeiro

Postado em Atualizado em

Uma vez um boy me disse que quando fosse a minha casa, eu precisaria deixar as minhas dogs longe dele. Falei para ele que sem problemas, ele ficaria na varanda preso.

Óbvio que o romance não foi adiante.

Quando uma pessoa quer entrar na sua vida, mas faz exigências para tal, ele não quer você, ele quer alguém que ele vai criar a partir de você! Não aceite!

O amor precisa acontecer com aquela/e que somos realmente. Se você precisa mudar para ser amada/o, o outro amará uma personagem e não você!

Se tem dor, nunca será amor!

Se não te aceita com suas histórias, preferências e jeito, não te ama!

Não abra mão de ser quem você é por ninguém!

Os cachorros nos ensinam muita coisa, principalmente sobre amor verdadeiro.

Eles não ligam se você é rico, pobre, qual a sua religião, sua cor, suas preferências sexuais, ele simplesmente te ama e faz questão de você!

E assim deve ser, o amor verdadeiro não te exige mudanças de comportamento e nem tampouco de aparência.

Se não te ama do jeito que é, não te ama e fim!

Contribua com o Blog

Se você quer me ajudar a manter esse Blog e meu trabalho voluntário, ajudando pessoas das minhas redes sociais através de atendimento de Consultoria de Carreira, Coaching de Vida e Negócios, Assessment, Constelação Familiar e Sistêmica e da Hipnose.

Os dados para contribuição estão logo abaixo. Toda ajuda é super bem-vinda!

Espero continuar esse trabalho por muito e muito tempo.

Gratidão! ❤

Contribua Através dos Link do PicPay ou QRCode do Pagseguro ou Depósitos Banco Itaú, Caixa Econômica ou Banco Neon :

Ou para Depósito em C/C, favorecida Luciana Telles:

Itaú: Agência 7040 / Conta 04911-1

Banco Neon: Agência: 0655 / Conta: 6571920-4

Caixa Econômica: Agência 0678 / Ope 001 / Conta 27619-2

Se você não puder contribuir com valores, clique nos anúncios deste site. Já é uma grande ajuda!