ex-amigo

Por Que Traição Dói?

Postado em Atualizado em

A traição dói porque simplesmente só nos dedicamos àquelas pessoas que amamos. Acabamos esperando demais de quem tem de menos para dar.

Falo muito essa frase: não espere de um vendedor de capim, que te entregue rosas. As pessoas sempre entregarão o que tem para dar.

Apesar da dor, e dói pacas mesmo, isso não pode mudar a nossa essência.

Já fui seriamente traída por 3 amigos. Duas situações aconteceram esse ano e 1 há uns 10 anos.

Sabe o que aprendi com a situação de 10 anos e que estou aplicando para acalmar meu coração hoje?

Não há nada mais poderoso nesta vida que a lei do retorno. Nada!

Em 2010 eu ia trocar de carro, tinha uma Ecoesporte blindada e comprei uma Pajero, que era meu sonho desde criança. Estava mega feliz com aquilo.

Apesar de estar casada na época, eu não tinha necessidade de 2 carros, nem estacionamento em casa para mantê-los.

Coloquei na OLX e compartilhei nas minhas redes sociais.

Eu tinha uma grande amiga, muito próxima, que tinha acabado de perder o noivo poucos meses antes.

Eu a levava para a minha casa, saia com ela, levei no psicólogo, no cardiologista, fiz matrícula na academia e ia nesta academia, que era bem mais distante do meu trabalho para encorajá-la. Cuidei dela durante o luto, que foi arrebatador para ela. Acolhia em todas as necessidades. Aconselhava pessoal e profissionalmente.

Quando ela viu o anúncio, me ligou quase imediatamente. Me disse que o pai era pastor e que estava pastoreando uma igreja distante da casa dela e que precisava de um carro, mas não tinha nem renda e nem dinheiro para dar de entrada. Se eu poderia parcelar o carro diretamente para ela. Fiz um contrato no nome da mãe e do pai dela e concordei em vender em 36 parcelas que ela pagaria diretamente para mim.

Já na terceira parcela, ela me disse que o pai não teria condições de pagar, que ia atrasar 2 semanas porque o dízimo dos fiéis estava fraco. Disse que ok.

Duas semanas depois o dinheiro não chegou, liguei para ela e já notei uma mudança no comportamento dela, ela disse que o pai pediu para ela não se meter, que eu ligasse diretamente para ele.

Começamos a brincadeira de gato e rato. 3 meses de atraso e eu pedi para o que ele me devolvesse o carro que eu ia encerrar a dívida, ele me respondeu que não poderia me devolver porque ele precisava do meu carro.

Meu estresse só aumentava, até porque meu ex marido foi contra. Mas como era minha amiga e fizemos contrato, achei que não tinha problemas ajudarmos…

Pedi ajuda dela, para ela pessoalmente descer enquanto ele estivesse dormindo e me entregasse o carro. Implorei! E ela disse que infelizmente não poderia me ajuda. Ofereci 3 mil reais para que ela desse entrada num outro carro e ela me disse que o pai dela precisava do meu, que era blindado e que ele estava sofrendo diversas ameaças de morte. Desligou friamente.

Precisamos processar, mas a justiça é lenta… quando eles foram citados, quase 2 anos depois, o carro já cheio de multas e 2 ipvas atrasados, eles finalmente atenderam a ligação da advogada e fizeram um acordo. Devolver o carro, NO ESTADO, sem pagarem nada! Usaram 2 anos o carro de graça!

Aceitamos, já que o processo poderia ainda durar anos e sabíamos que eles ainda poderiam alegar varias situações para adiar ainda mais a possível execução.

O carro estava um caco. Estofado rasgado, maçanetas quebradas, pneus vazios… gastamos 5 mil reais para colocar o carro para funcionar. Resolvemos ficar com ele pois nessa altura estávamos precisando de 2 carros em casa.

Poucos meses depois, ela ainda teve a cara de pau de me pedir dinheiro e ajuda de qualquer tipo pois o pai tinha tido um enfarte e estava no corredor do hospital, onde faleceu 3 dias depois. Acho que naquele momento, nem se eu pudesse eu ajudaria. Eu fui fria e apática à situação dela. Infelizmente, o carinho que eu tinha por ela tinha ido embora.

Sei que hoje, ela se casou e vive pedindo dinheiro para todo mundo. Já deu volta em meio mundo. Várias pessoas vieram me dizer que deveriam ter me escutado e não entrado na conversa mole da pessoa. Atua como pastora (rs) da mesma igreja que o pai fundou.

Pessoas cativantes são um perigo!!!!!

E ela era!

O coração tira a visão racional. Nos faz decidir coisas pela emoção. Quando ela me pediu ajuda para o pai no hospital, meu coração era pedra, agi 100% racional.

O ideal da vida é o equilíbrio. O meio termo sempre será de ouro. Tem a emoção e a razão equalizados é o nosso seguro anti-traição.

Uma vez eu li que um grande executivo disse que não emprestava dinheiro para ninguém. Se ele tivesse, ou fosse tocado emocionalmente pela necessidade de alguém, ele dava. Assim, ele se poupava de se decepcionar com aquela pessoa.

Há 3 anos, eu aluguei o meu apartamento em Recife para um grande amigo da época de Hipercard. Ele foi meu coach na época que assumi a gestão do RJ e ES na Hipercard, era muito nova e muito do que sei era grata a ele.

Ele estava num péssimo momento. Tinha quebrado! Estava sem emprego, sem reserva, com o nome sujo e sem crédito na praça.

Mas a sorte havia lhe sorrido e ele tinha conseguido um trabalho em Recife, justamente onde meu apartamento estava para ficar desocupado. O então inquilino pediu para ficar mais tempo e eu neguei por conta da situação deste meu amigo.

Aluguei sem fiador e sem depósito. Ele não tinha nada mesmo! E eu estava ajudando!

De início tudo certo, mas com 6 meses já começou o martírio de cobrar todo mês o aluguel, até um dia que descobri que meu nome estava sujo, que ele não estava pagando o condomínio.

Pedi para ele desocupar o imóvel porque estava pesado para ele e eu não poderia ficar sem receber. Ele implorou para que eu refinanciasse a dívida dele, logo atrasou de novo.

Bom, a dívida chega a 12 aluguéis. Entrei na justiça depois de 6 meses implorando para ele sair sem sucesso. Ele saiu antes do despejo, sem assinar a entrega, sem deixar a chave ou o endereço para lhe cobrar a dívida. O carinho que o recebi, valeu nada! Além do apartamento estar um lixo.

Acha que acabou minha história de decepções? Eu falei que eram 3. Deixei o último para quem foi a maior decepção. Era um amigo, um amor, um confidente. Tinha acho que mais carinho por ele do que por mim ultimamente. Esse foi o grande erro. O amor cega!

No início do ano nos reaproximamos, ele estava vivendo um casamento falido, abusivo e era humilhado absolutamente todos os dias pela então mulher dele. Estranhei ele estar casado com ela pois nos conhecemos há muitos anos e ele sempre falava mal dela, tanto para mim como para nossos amigos em comum. Mas ele disse que precisava se casar com ela para ir para Portugal, pois não conseguiria ir sozinho. Mas, que estava arrependido, não conseguia trabalho e ela tornava a vida dele um inferno diário por conta disso. A pandemia chegou e q situação ficou ainda pior. Bem, pelo menos era o que ele dizia e eu tolamente acreditava…

Tive a ideia de montar uma empresa com ele, tinha a ideia, os clientes, as ferramentas de venda e ele tinha o know how do desenvolvimento técnico do produto. Equação perfeita!

Ele disse que precisava de um dinheiro para poder vir se Portugal, que não tinha nada. Emprestei o dinheiro, comprei passagem, despacho de malas e os equipamentos… tentei fazer o máximo para que essa transição fosse a mais rápida para ele, tão logo ele chegou, já tinha clientes para atender, que logo se converteram em orçamentos.

Um dia, do nada, a criatura usou os equipamentos para instalação escondida de mim. Deixou de entregar um orçamento importante para fazer coisas para ele, recebendo do cliente sem repassar nada para a empresa, usando equipamentos que eu tinha comprado para testar para o grande orçamento que tínhamos. Ele havia me usado para sair de Portugal, mas não queria empresa. Queria fazer as coisas dele, do jeito dele. Traição dói! Principalmente quando o investimento é alto!

Terminei a sociedade e a amizade, óbvio que ele nem devolveu os equipamentos e nem o dinheiro que lhe emprestei!

E, assim como a outra cara de pau, ainda me ligou pedindo que eu pagasse o transporte de coisas dele para Portugal, que havíamos combinado antes da traição.

Mas, assim como o caso do carro, entregarei esses dois ouros para Deus.

É chato, estressa, nos deixa mal. Mas só acontece isso porque amávamos as pessoas que nos fizeram mal.

Tínhamos grandes expectativas pela amizade e carinho que dedicamos. Mas, de novo, não espere de um vendedor de capim…

Sabe qual a lição que fica?

São testes para ver se a sua essência se modifica, o quão sujo ficamos ou quanto creditamos de fé no amor maior que existe: o de Deus!

Tem muito mais Deus para dar do que o Diabo para tomar.

E vamos lá, quem já foi enganado sabe que a melhor vingança é a nossa vitória!

E então, que tal, deixa que essas pessoas se enterrem sozinhas e transmute com sua luz.

Se alguém lhe fizer feliz, revide. Mas, se ao contrário, lhe fizer infeliz, realize! Realize muito mais! Resplandeça e ofusque esses seres trevais que não conseguiram captar a melhor essência do amor, que é amar!

Me faz lembrar de uma música muito relevante para o assunto muito bem cantadas nas vozes do Jorge Aragão e também Beth Carvalho.

Vou Festejar

Chora, não vou ligar
Chegou a hora
Vas me pagar
Pode chorar, pode chorar (chora!)
Chora, não vou ligar
Chegou a hora
Vas me pagar
Pode chorar, pode chorar!

É, o teu castigo
Brigou comigo
Sem ter porquê
Eu vou festejar, vou festejar
O teu sofrer, o teu penar

Você pagou com traição
A quem sempre lhe deu a mão

Você pagou com traição
A quem sempre lhe deu a mão

Mas chora!
Chora, não vou ligar, não vou ligar
Chegou a hora
Vas me pagar
Pode chorar, pode chorar

Chora, não vou ligar, eu não vou ligar
Chegou a hora
Vas me pagar
Pode chorar, pode chorar

É, o teu castigo
Brigou comigo
Sem ter porquê
Eu vou festejar, vou festejar
O teu sofrer, o teu penar

Você pagou com traição
A quem sempre lhe deu a mão

Você pagou com traição
A quem sempre lhe deu a mão

La laia laia la
Laia laia la laia laia

Contribua com o Blog

Se você quer me ajudar a manter esse Blog e meu trabalho voluntário, ajudando pessoas das minhas redes sociais através de atendimento de Consultoria de Carreira, Coaching de Vida e Negócios, Assessment, Constelação Familiar e Sistêmica e da Hipnose.

Os dados para contribuição estão logo abaixo. Toda ajuda é super bem-vinda!

Espero continuar esse trabalho por muito e muito tempo.

Gratidão! ❤

Contribua Através dos Link do PicPay ou QRCode do Pagseguro ou Depósitos Banco Itaú, Caixa Econômica ou Banco Neon :

Ou para Depósito em C/C, favorecida Luciana Telles:

Itaú: Agência 7040 / Conta 04911-1

Banco Neon: Agência: 0655 / Conta: 6571920-4

Caixa Econômica: Agência 0678 / Ope 001 / Conta 27619-2

Se você não puder contribuir com valores, clique nos anúncios deste site. Já é uma grande ajuda!