viagem dos sonhos

Sonhe Sempre

Postado em Atualizado em

Quando somos crianças, temos muitos sonhos. Quantos deles são sonhos efêmeros e mutantes e quantos são carregados dentro de nós como frustrações não vividas, não realizados?

Lembremos de nós aos 8 anos. Tínhamos sonhos, decepções, amigos, inimigos, família, perdas. É a idade do por quê e, quando, provavelmente, muitos temos perdas relevantes de pessoas queridas, que podem afetar para sempre o curso da nossa vida.

Lembro que aos 8/9 anos tive a maior perda da minha vida, que até hoje influencia na minha vida. Meu avô, quando morreu, me deixou marcas profundas. Perdi boa parte da visão por praticamente um ano e ainda fiquei com sequelas visuais para sempre com problemas de convergência focal, que vez por outra me faz procurar o oftalmologista para ajustes.

Visitar o nosso eu do passado, permite reexaminar o que deixamos para trás e que era deveras importante para nós.

Em 2018, realizei um sonho de adolescência porque visitei o passado. Precisava fazer uma visita dentro de mim e me reencontrar comigo. Lembrei que amava as obras de Michelangelo desde minha adolescência, quando ganhei do meu tio-avô uma coleção de enciclopédia de obras de arte e me descobri amante do Renascimento. Fui para Roma e foi a decisão mais acertada dos últimos anos da minha vida. Voltei reciclada, feliz, realizada e cheia de planos e sonhos. Realmente resetou minha vida ter realizado um sonho de adolescente. Me fez voltar no tempo e sentir que sou capaz. Me deu vontade de voltar para me encontrar com a Luciana de 14 anos de idade e dizer para ela: “Cara, isso que você tá vendo nos livros, vai te emocionar muito (!!!!) quando você estiver de frente para essas obras reais. Você vai conseguir!”

Relembrar do passado é poder passar a limpo questões que ficaram mal resolvidas e por consequência, mal absorvidas. Com isso, podemos ter a chance de ressignificar nossas dores, entender situações que antes pareciam incompreensíveis, mas hoje, com maturidade e vivência, conseguimos compreender e aceitar o posicionamento das pessoas com relação à situações que podem nos ter desagradado e magoado.

Na época, apesar de amar Legião Urbana, esse trecho da música não fazia tanto sentido como faz hoje:

“Você diz que seus pais não lhe entendem, mas você não entende seus pais. Você culpa seus pais por tudo. Isso é um absurdo. São crianças como você, o que você vai ser quando você crescer!”.

É o verdadeiro ciclo da vida. Hoje meus filhos terão a mesma sensação que eu tive quando jovem ao escutar essa música, mas quando tiverem seus filhos, compreenderão exatamente o que ela diz.

Tudo o que somos hoje é a soma do que fomos e vivemos até agora. O que seremos no futuro será a soma do que formos e vivermos até lá. Se não gosto do que sou hoje, há tempo para mudar o que serei no futuro, preciso começar no agora.

Para começar agora, não devemos ter vergonha ou esquecer o nosso passado. Ele nos fez o que somos. Se não gostamos do que nos tornamos, precisamos ressignificar, nunca esquecer ou esconder.

As pessoas perdem oportunidades incríveis de mudar seu futuro por insistirem em comportamentos cíclicos anti-mutacionais – conhecida como síndrome de Gabriela – eu nasci assim, eu cresci assim e vou morrer assim. Mandam tanto essa mensagem para o cérebro, que este absorve como verdade única, absoluta e universal e corrobora com a autossabotagem repetitiva. A zona de conforto é a zona de automutilação, mas ok. Eu sou pra sempre Gabriela.

Não dá!

Temos que nos permitir perdoar, aceitar perdão, nos doar, falar o que sentimos, mesmo sem reciprocidade, externalizar todos os sentimentos, fazer, sentir, agir…

Devemos nos permitir sem restrições, sem regras ou limitações.

Que sonhos que você deixou para trás com medo de fracassar?

Renato Russo dizia uma frase que eu gostava muito:

“O dia que eu perder a capacidade de sonhar, eu perco a capacidade de viver, pois a minha vida depende dos meus sonhos!”

Concordo!

Faço deste um dos meus lemas mais fieis, tanto que acabo de tatuar o “SONHE SEMPRE” nas minhas costas, para que eu nunca perca a capacidade de sonhar… E voar…

Afinal de contas, a minha vida sempre dependerá dos meus sonhos.

 

SONHE SEMPRE
Quando o sonho florir não o impeça de realizar vá em frente!
Não recue adiante, do que poderá viver.
Sonhe sempre… mas nunca permaneça na ilusão!
Siga em frente com toda força, faça de guia o seu coração!
Em todos os momento mantenha sempre a esperança.
Quando todas as coisas disserem “não” a um sonho seu,
demonstre que quem vive por um ideal o alcançará.
Não desista nunca, não tenha medo de ser feliz.
Sonhe sempre…pois quando se luta, sonhar vale a pena.
Autor Desconhecido

 


Siga-me nas Minhas Redes Sociais e Acompanhe Meu Conteúdo

Siga-me no Facebook
Siga-me no Linkedin
Siga-me no YouTube
Siga-me no Twitter
Siga-me no Instagram

Contribua com Nosso Blog

Se você quer contribuir na manutenção e divulgação do site, abaixo links (PAGSEGURO) para doação! Gratidão!!!!!

Apenas para Escrever…

Postado em Atualizado em

Eu queria e precisava tanto escrever hoje, mas sabe quando a gente tem tanto assunto, tanto assunto, que fica meio complicado de organizar a mente para colocar numa lógica que faça sentido. Talvez esse texto, escrito com o que vem a minha mente desordenadamente, no fim, não faça sentido algum. Mas, vocês que são fofos, que elogiam algumas linhas mal traçadas desta humilde pessoa que vos escreve, vão entender que hoje eu preciso escrever…

As minhas últimas semanas estão sendo com muitas notícias, algumas muito boas, outras apenas ruins. Uma muito boa é que marquei minhas férias… Pronto, vou falar um pouco sobre isso…

Em fevereiro tava mal. Tinha acabado um relacionamento que criei na minha cabeça e que na verdade nunca existiu. Melhor. O relacionamento existiu, a pessoa que na verdade não era absolutamente aquilo que eu tinha idealizado. Era tipo 2 em 1. Aquarianos são complicados, sempre! Mas esse além de aquariano, devia ter ascendente em gêmeos. Ele tinha múltiplas personalidades, conseguia afirmar e negar uma mesma coisa numa mesma frase. Era complexo demais. Mas, eu não via nada disso. Definitivamente não.

Enfim, quando o término aconteceu, próximo do carnaval, fiquei meio atordoada com tudo. Acho que foi neste momento que caiu minha ficha que estava de fato separada, apesar da minha separação ter ocorrido bemmmm antes dele aparecer na minha vida. Logo depois veio meu aniversário, data que eu tenho PAVOR!!!!!!! Odeio de verdade!!!!!!!!

Uma semana depois do meu aniversário, ainda em março, fui levar meu filho para o primeiro dia dele de faculdade e fiquei lanchando com minha best friend no shopping onde o campus fica. Mas, a gente mesmo estando com amigos, tem aquela velha mania feia de ficar checando celular (e eu sou meio viciada mesmo!). Neste momento chegou uma super promoção com a minha viagem dos sonhos (Roma e Paris) via Hotel Urbano… Pirei quando vi! E lamentei em voz alta: “Puta que Pariu, eu queria ter coragem de ir viajar sozinha, olha o preço disso!”. Neste momento que a gente vê quem é amigo. Ela virou para mim e disse: “Então, vamos!”. Em menos de 5 minutos que eu tinha visto o email, lá estávamos nós com cartão passado e compra efetuada para nossa viagem dos sonhos. Data? Ah… esse é o mistério da fé…

Quem já comprou Hotel Urbano, já conhece, mas quem não conhece vou explicar: Você compra um pacote que normalmente inclui passagem e hospedagem por um preço super mais barato. Após a confirmação do pagamento, que pode ser parcelado geralmente em 12 vezes, você recebe um email com o período que aquela promoção é válida e escolhe 3 datas para sua viagem dentro deste range. Após isso, senta e espera. Explode de ansiedade como eu. Eles têm até 45 dias antes da sua primeira data escolhida para confirmar a data que você irá viajar.

Bom, a boa notícia é que esta semana a minha data foi confirmada. Já marquei minhas férias e agora estou na contagem regressiva. É bom para ocupar minha cabeça. (tô aceitando dicas de roteiros nas cidades!!!)

Há uns 5 meses começou a nascer (sim, eu mudei de assunto!) um carocinho nas minhas costas… Eu ODEIO médicos. Quando eu vou a um é porque to morrendo, se for por conta própria então, é melhor já encomendar o caixão. Tento de tudo, ainda mais que já sou meio bruxa mesmo… Para piorar, essa porra começou a crescer desenfreadamente com uma forte dor, ele tinha uma parte externa, que era do tamanho de uma amêndoa e uma parte interna do tamanho de uma azeitona grande, que fica empurrando minha coluna. Chegou ao ponto que eu não estava mais conseguindo fazer abdominal de tanta dor. Aí não tive opção.

Quando eu cheguei no consultório, a médica disse que era caso para cirurgião, que não dava para fazer sem ser em centro cirúrgico. Já imaginei ali como queria meu enterro…

No desespero, entrei em contato com quem não devia. Sim… aquele que eu namorei no início do ano, que acabei de mencionar. (agora vocês percebem que o texto pode estar fazendo algum sentido!) Ele teve praticamente a mesma coisa e a médica dele tirou no consultório. Não foi desculpa furada, precisava só do contato da médica mesmo! Tanto que mandei um email super formal solicitando o contato da médica. Ele, em menos de 5 minutos, apareceu no meu zap para me dar o contato da médica (e reclamar da formalidade do email, que parecia ter sido enviada para o meu chefe, segundo ele). Marquei e a partir daí ele todo dia puxava algum tipo de assunto. 15 dias depois aconteceu algo que eu realmente não esperava e que talvez seja a razão pela qual eu esteja escrevendo freneticamente…

Me deu muita vontade de escrever sobre o caráter humano, sobre a ambiguidade das personalidades, em como eu me sinto enojada com certos comportamentos masculinos ou decepcionada com o que as pessoas se mostram… as máscaras caem.

Em linhas gerais, eu li, de uma pessoa a quem imaginava dar uma “amor daqueles de cinema” que ele só queria me comer, para aproveitar a “química” que existia entre nós… Sim, assim! Num português de botequim!!!!

Eu poderia ter xingado, bloqueado, mandado para a merda. Mas, como sou phynna, respondi que eu nunca seria capaz de usá-lo unicamente para minha satisfação sexual. Completei dizendo que a “química” é uma união de componentes, quando um falta, compromete a fórmula e o resultado.

Interessante que depois disso ele me bloqueou uns 2 dias depois, no caso, ontem!

Se fiquei mal por ele ter me bloqueado? Não! Me senti liberta! Finalmente consegui entender tudo. Realmente ele é e sempre foi essa pessoa que se apresentou na quinta. Aquela lá do início do ano foi um personagem criado a partir de um briefing soprado errado.

O caroço? Já tentei tirar 3 vezes. Sempre fico encagaçada, mando mensagem de despedida para todos os meus amigos (porque acho que vou morrer de choque anafilático). Chego no consultório e não consigo tirar porque “ainda tá muito duro. Continue o antibiótico e volte em 15 dias.” Mas, acho que essa semana eu resolvi. Pelo menos acabou a dor. Apelei para os pretos velhos, fui tomar um super passe e saí de lá sem dor e com o caroço quase desaparecido.

Bom, acho que era isso…

Ademais, passo bem!

PS: Se vc está lendo um texto meu pela primeira vez, começou pelo texto errado. Volte duas casas!!!!!
Tem coisa muito mais legal! Pode acreditar! Vai na aba índice e escolhe um lá!

 

Siga-me nas Minhas Redes Sociais e Acompanhe Meu Conteúdo

Siga-me no Facebook
Siga-me no Linkedin
Siga-me no YouTube
Siga-me no Twitter
Siga-me no Instagram

Contribua com Nosso Blog

Se você quer contribuir na manutenção e divulgação do site, abaixo links (PAGSEGURO) para doação! Gratidão!!!!!