Mês: junho 2019

Procura-se um amor

Postado em Atualizado em

É bem antagônico. Não acredito mais no amor. Bem que eu queria estar errada, mas depois de 2 casamentos e mais 2 desilusões amorosas na minha vida adulta, estou meio desacreditada mesmo.

Se há uma coisa de positivo nisso, é que depois de algum tempo, finalmente posso dizer que tenho certeza do que procuro.

Tenho tanta certeza do que procuro, que sei onde não vou encontrar.

Talvez não seja nem real, talvez exista só no meu imaginário. Mas ok, eu já sei o que é e como é o que eu quero.

Cansei de me frustrar com aplicativos. Eles têm muitos caras errados e talvez alguns caras certos em momentos errados, mas não o certo para mim.

Eu tô até chateada, acabei machucando recentemente uma pessoa super legal, mas que eu não consegui me conectar porque ele não tinha tudo que eu precisava.  Uma pessoa certa, mas incompleta para as minhas necessidades, portanto, não era o cara certo para mim.  Assim tem sido, esse talvez eu tenha tentado por mais tempo que desse certo, em vão. Não adianta querer abrir papaiz com chave simples.  Meu coração tá com fechadura dupla mesmo… Ou foi tirar férias no Alasca e não voltou mais.

Para quem acompanha minha saga com aplicativos de namoro, estou com aplicativo desligado há pelo menos 2 meses, mas já tenho história para pelo menos mais 2 textos.  Mas calma!!!!! Se minha vida ficar entediada novamente, eu religo o aplicativo só para ter mais histórias para contar…  Em breve vou parar para escrever a parte 4 do Minha Experiência com Apps de Namoro.

Definitivamente, Eu quero um amor que some! Que construa! Que progrida! Que multiplique! Que me tire da órbita!  Da minha zona de conforto!  Me traga novidades!  Me reinvente e me transforme! Me desafie a ir mais longe e me instigue a querer mais!

Brinco que sou deveras fêmea alfa, preciso de um macho alfa para dividir a dominância da minha alcateia. É bem isso.

Realmente não dá para ser qualquer um. Não dá para eu abrir mão de certos “padrões” idealizados como necessários para o Love of my Life. Simplesmente não vai dar certo!

Eu já estou ok se esse alguém não existir de verdade, cheguei à conclusão que eu não preciso de uma alma gêmea, de alguém que seja a minha metade. Eu preciso de um complemento, já sou inteira. Eu bem que poderia ser o dobro, mas sou feliz comigo e me amo o suficiente para viver de boa comigo. Sim, eu aprendi!

Ficar sozinha não é mais nenhum martírio para mim. Tenho o que preciso nos meus amigos que estão sempre perto e quando a carência aperta, a gente sempre tira da cartola um contatinho para uns carinhos especiais… Até isso eu evoluí.

Não vou mentir porém, que sinto muita saudade de estar apaixonada! Daquela sensação gostosa que entorpece a alma e nos faz ficar vendo estrelinhas e sentindo borboletinhas no estômago.  🥰

Por isso que ainda não desisti de procurar um amor. Mas que venha para sempre, não tenho mais idade para ficar me decepcionando não.  Chega!

Dia desses eu fiz o teste das 5 linguagens do amor. Super recomendo. Entendi muito porque os meus relacionamentos passados não deram certo e o que eu poderia ter feito para talvez reverter a situação. Percebi que muitas vezes, não estava nas minhas mãos.  (Pretendo começar a ler o livro ainda esse mês, já até baixei o PDF para o celular).

AS 5 LINGUAGENS DO AMOR: 1)Palavras de afirmação. 2)Qualidade de tempo. 3)Presentes. 4)Atos de serviço. 5)Toque físico.

No dia que fiz esse teste, chorei muito.  De verdade.  Foi como se a verdade fosse escancarada na minha frente e me sacudisse a alma.  Tudo fez muito sentido.  Inclusive as decepções, minhas escolhas erradas e minhas frustrações amorosas.

Ao mesmo tempo que tudo fez sentido, minha sensação de ter realmente perdido o timing do amor não passou. Pelo contrário, vi que teve um momento que a linguagem maquiou meus sentimentos e me levou a uma escolha muito errada.

Quero estar errada e ser provada que ainda existe o amor.  Sempre digo que aprendi e até gosto de estar solteira, mas prefiro muito mais estar casada, principalmente se pudesse ter o presente e a dádiva de acordar todos os dias do lado do amor da minha vida.  Deve ser insanamente louco.

Xente, sou pisciana!!!!  Como pode uma pisciana não estar apaixonada e não conseguir se apaixonar mais!!!!!!!!??????  E não é por falta de tentativas!

Universo, dê uma mãozinha…  Realmente aquela sensação de ter alguém que cuida de ti e para quem vc também se dedica me deixa bem…

 

Anúncios

Empreender … problema ou solução?

Postado em Atualizado em

Já atuei como mentora de muitas empresas e, uma coisa que acontece com muita frequência, é que nossos jovens não estão preparados para empreender na mesma velocidade de suas vontades e necessidades.

É interessante, mas trabalhando diretamente com coaching, além da mentoria, consegui entender e pontuar mais assertivamente a direção para os jovens conseguirem se preparar e até mesmo tomar decisões de por exemplo ter ou não um sócio.

É óbvio que cada um de nós tem um tipo de perfil, alguns mais arrojados, outros mais conservadores, uns mais organizados, outros mais multitarefas.

Sendo o método mais utilizado no mundo para analisar perfis comportamentais, o DISC consegue identificar com uma eficácia comprovadamente alta, padrões predominantes a determinados tipos de perfis.

Há alguns anos, alguns pesquisadores compraram os direitos de uso da ferramenta DISC para estudar e ampliar os estudos de perfis e resultados, resultando assim no ASSESSMENT. Nesta ferramenta o resultado do perfil do indivíduo vem com dados, indicadores e gráficos detalhados que auxiliam na avaliação de pontos de desenvolvimento, que podem ser cruciais na abertura de um negócio ou na orientação profissional de um indivíduo.

Consegui, ao longo desses 10 anos de mentoria de start-ups, conhecer diversos perfis e hoje, com a ajuda da ferramenta de ASSESSMENT, percebo que muitos problemas podem e devem ser evitados com um simples aprofundamento do conhecimento dos perfis dos sócios do negócio e da sinergia entre eles.

Uma empresa com todos os sócios com perfis executores, por exemplo, pode ter um problema de gestão grande, se os processos e tarefas não forem bem divididos.

Ao contrário, uma empresa com todos os sócios com perfil analista (bastante comum em empresas de tecnologia), corre-se o risco do produto não sair da prototipagem. Um protótipo perfeito que talvez nunca seja efetivamente lançado.

O uso do assessment e do coaching na mentoria de empresas facilita a integração dos steakholders e o alinhamento das metas e dos resultados, sendo de grande valia para empresas e start-ups mais saudáveis e com crescimentos mais exponenciais.

Ok, e a grande pergunta… Devo ou não empreender?  Será que se eu ficar e trabalhar para os outros não vou ser mais feliz?

A resposta pode estar na avaliação do seu perfil também.  O conhecimento completo das características intrínsecas da personalidade de cada indivíduo, gera embasamento para decisões de caminho a seguir e se evitar enrascadas. Ir contra a sua natureza é, muitas vezes, mortal, para o indivíduo e para o negócio.

Tem pessoas que têm um excelente perfil técnico e que detém um determinado Know how inovador, por exemplo.  Quando essa pessoa decide empreender, muitas vezes se desmotiva, se perde no caminho, desiste e às vezes nunca mais volta com a autoestima anterior, quando era um excelente técnico. Se torna frustrado. Na análise de perfil, o relatório aponta com uma assertividade impressionante, os detalhes acerca da pessoa e os pontos fortes e fracos do seu perfil, facilitando a compreensão de um perfil empreendedor e de um perfil colaborador.

Hoje empreender é visto como uma solução para se livrar do patrão, mas essa solução pode virar um grande problema se todas as vertentes não forem checadas.  O perfil é apenas uma delas, talvez a mais importante.  Muitos falam do produto, eu não endosso. O produto é mero detalhe para quem tem estrela para fazer brilhar.

A grande questão é que convivo muito com pessoas que tiveram grandes ideias e não conseguiram executar e pessoas que tiveram ideias medíocres, mas com a execução que as tornaram sucesso.

Solução ou problema, empreender é uma questão de saber o que está fazendo e principalmente como fazer…  Para quem sabe onde quer chegar, o caminho a seguir é apenas um detalhe. Chegar lá é a certeza a se perseguir!

Se você tem interesse em conhecer mais sobre o seu perfil através do ASSESSMENT, me envie um email. O processo pode ser feito online e com certeza você conhecerá muito mais sobre você do que imagina!

Para informações sobre ASSESSMENT: lucianatellescoach@gmail.com

Sem Criatividade para Título

Postado em

Estou há algumas semanas para escrever algo. Muitas ideias soltas e nenhuma concentração. A verdade é que minha vida parece que entrou numa máquina de lavar nos últimos 3 meses. Tenho clareza e certeza que é para meu crescimento e tenho gratidão por isso, estou passando em todas as provas sem perder a calma nem a razão.

Com certeza minha briga é com o meu foco. São tantas as distrações (problemas no dicionário do realista/pessimista), que muitas vezes os dias passam e simplesmente eu não escrevi. Normalmente eu conto mentiras para mim para que eu me convença a que ok, eu não escrevi pq não tinha um título para começar. Eu não consigo começar a escrever sem título. Hj só para contrariar não tenho tema, estou escrevendo aleatoriamente o que me vem à cabeça e o título ainda está em branco simplesmente para me forçar a escrever.

Uma das coisas mais graves que me aconteceu nestes 3 meses é estar lidando com a depressão grave de minha filha de 15 anos. Simplesmente ela abriu mão da rotina dela e troca o dia pela noite. Eu me viro entre trabalho e assistência a ela, entre zilhões de outras coisas acontecendo Td junto na minha vida e ainda não consegui um clone de mim.

Reclamar? Vou não! Deus nunca dá um fardo maior que a gente possa carregar. Se tá comigo, eu “guentu”.

Sinto falta de tantas coisas… mas tenho recebido tantos outros presentes, que me sinto grata por tudo que algumas pessoas estão fazendo por mim, se preocupando comigo e zelando por mim. Me faz me sentir acolhida e muito amada.

Talvez hoje eu tenha precisado escrever para desabafar um pouco, talvez para externalizar que realmente sou grata pq sinto que, apesar do problema da minha filha, isso nos uniu mais ainda, estou mais presente com ela e ela também mais presente em casa. Estamos nos abraçando mais e dizendo o quanto nos amamos.

Ainda me preocupa muito o estado dela, queria que ela voltasse a ter uma vida normal, mas sei que o pior já passou. Com certeza já passou! Aguentar isso tudo sozinha me fez mais forte ainda!

Hoje estou especialmente cansada, mentalmente e fisicamente cansada. Não deveria! Não fiz absolutamente nada ontem, domingo, a não ser morcegar o dia todo. Não sei, acho que a energia baixou um pouco. Não tá fácil. Mas vou vencer mais essa batalha!

Eu quero, eu posso, eu consigo! Sempre!!!!

Ah, vou pensar no título…

prometo que vou perder a preguiça e escrever os textos que já estão na minha mente!